Apps, canais no Youtube, blogs, escolas online: qual o papel de cada uma dessas ferramentas no aprendizado de uma língua estrangeira?

18 de fevereiro de 2021
Por  Iron English

Não é exatamente uma novidade dizer que a internet é, hoje, uma grande aliada do conhecimento. E embora isso possa soar um pouco batido, essa afirmação continua sendo irremediavelmente verdadeira, quer queira, quer não. É só pensar: para tudo o que almejamos, a internet pode nos apontar caminhos, nos dar ferramentas, e verdadeiramente ajudar aqueles que sabem por onde, nela, navegar. Hoje, o meio online conta com mais de 134 milhões de usuários só no Brasil. Por isso, o papel de plataformas digitais no aprendizado de um novo idioma deve estar claro. 

Assim, a internet é, e por muito tempo ainda será, um lugar inesgotável de possibilidades, e poder explorar toda a sua potencialidade para o bem, seja o seu próprio ou o do outro, é o que faz dela um lugar tão especial. 

E não seria diferente para o ensino de idiomas, não é mesmo? Afinal, atualmente, encontramos online uma infinidade de canais, blogs, aplicativos, escolas online, muitos deles de conteúdos gratuitos, que estão disponíveis para quem tiver vontade de aprender uma nova língua. Mas será que esses recursos são suficientes para que alcancemos a fluência no idioma em questão? Se sim, quais deles dão melhores resultados? 

Nesse artigo, vamos entender como cada uma dessas ferramentas pode agregar no aprendizado de uma língua estrangeira. Vem com a gente!

 

Aplicativos, canais no YouTube e blogs

É preciso, antes de mais nada, levar em conta o fato de que o conteúdo criado para esses suportes muitas vezes não são feitos visando cumprir o papel de uma sequência didática, isto é, um programa de conteúdos e atividades preestabelecidos e coerentes entre si que formam um todo o qual podemos chamar de aula ou curso.

Isso porque o contato com esse tipo de material pode se dar esporadicamente, e sem que se precise assistir algo previamente para que o aprendiz possa se apropriar de um conteúdo novo. Perde-se aí a ideia de tudo. Por esse motivo, não necessariamente este tipo de material é desenvolvido de modo a seguir uma progressão no idioma. A metodologia de uma aula leva em consideração a situação presente e o nível particular de cada aluno. Com isso, o objetivo principal é fazê-los avançar, respeitando uma organização lógica e clara para os aprendizes. 

A ideia é que esses conteúdos sejam mais básicos e abrangentes para que atinjam uma grande quantidade de pessoas. Além disso, há a limitação de tempo. Vídeos criados para o YouTube, por exemplo, tendem a ter uma duração mais curta se comparados a uma aula normal.

Além disso, não  preveem momentos de interação com os profissionais que gravam as aulas. Mesmo os exercícios para a prática do conhecimento adquirido podem deixar a desejar, pois não incluem o feedback do professor sobre a produção individual de cada aluno. E, sabemos, a correção bem feita da produção de cada aprendiz é essencial para que eles conheçam os pontos onde podem e devem melhorar.

Como devem ser utilizados? 

Este tipo de material serve melhor como ferramenta de sensibilização ou ainda como pequenas cápsulas de conhecimento. Por isso, devem ser usados para resolver questões pontuais de gramática ou de pronúncia, por exemplo.

De maneira geral, podemos dizer que esses aparatos são excelentes para reforço e aprimoramento. Apesar disso, o uso destas plataformas digitais no aprendizado de um novo idioma não é, por si só, suficiente. 

Escolas online

Nesse sentido, diferentemente dos outros recursos os quais tendem a dar explicações sintéticas, as escolas online conseguem oferecer um suporte maior ao aluno. Isso acontece por duas razões. Primeiro, por disporem de um tempo significativo de aulas, o que permite que determinados assuntos sejam tratados com a calma e profundidade devidas. 

Uma escola online dá igualmente conta da interação entre tutores e alunos. O que facilita e muito a recepção, da parte dos alunos, dos feedbacks acerca do que eles produzem, além de poderem tirar dúvidas com aqueles que os ensinam e etc.

Além disso, há sempre uma metodologia por trás de tudo o que é ensinado. Tal metodologia rege a sequência de aulas previstas durante o curso. O processo segue um princípio lógico, de modo a levar o aprendiz do ponto A ao ponto B respeitando uma progressão pensada da perspectiva pedagógica, que considera o desenvolvimento do aluno ao longo do seu processo de aprendizagem.

Assim, apesar de não ser gratuita, uma escola online se compromete em devolver o seu investimento financeiro com uma resposta pedagógica séria, que visa garantir o seu aprendizado.

Agora que você já sabe mais sobre o uso de plataformas digitais no aprendizado de um idioma, a Iron English pode ser uma boa alternativa para seus estudos!

A Iron English é uma escola de inglês online que entende o papel das plataformas digitais no aprendizado de um idioma. Nos preocupamos em realmente ensinar nossos alunos a aprender a aprender através de sua metodologia exclusiva, oferecendo a eles a oportunidade de crescer no idioma junto a tutores nativos dos mais diversos lugares de língua inglesa do mundo sem que seja preciso, para isso, sair de casa, na hora e onde eles quiserem.

Ficou interessado e quer saber mais? Então veja como funciona a Iron English clicando aqui.

 

 

Newsletter

Inscreva-se para receber conteúdos exclusivos.